AVISO IMPORTANTE: não oferecemos empréstimos ou quitação de dívidas. Na dúvida sobre os nossos serviços, consulte sempre a Central de Atendimento.

Millennials fazem pré-pagos inovar

_POST_BLOG_13-08_15

 

Postado originalmente por Meio e Mensagem – 4/05/2015 

Cuidadosos com o acúmulo de dívidas e para não esvaziar suas contas, os mille-nials estão se voltando a ferramentas como os catões pré-pagos para controlar os gastos.

“Eles têm necessidade financeiras diferentes,” disse Tami Farrow, vice-presidente do TD Bank, que realizou estudo com 1,3 mil pessoas de diferentes faixas etárias. “Quanto mais novo você for, mais provável que tenha uma emergência financeira que requeira um conjunto diferente de ferramentas.” Segundo o estudo, para 56% dos millennials a possibilidade de monitorar os gastos é um dos principais benefícios dos cartões pré-pagos, contra 46% da população em geral. O grupo também usa mais esses cartões para pagar contas online e fazer compras do que qualquer outra faixa etária.

Os millennials estão tornando os cartões algo comum e abastecendo de inovações empresas como MasterCard, American Express e Visa. Como a geração que atendem, os cartões pré-pagos estão crescendo. São recarregáveis, mais seguros online, amigáveis em digital e mobile, e alguns funcionam como uma conta bancária normal. Um terço dos millennials usa ou já usou esse tipo de cartão nos últimos dois ou três anos e 60% considerariam usar um.

“Estamos agora observando a próxima evolução do pré-pago e sua capacidade de alcançar uma grande variedade de consumidores,” disse TonyChang, vice-presiden-te de marketing de produto e clientes da Visa americana.

A AmEx, que entrou nos pré-pagos em 2011 com o Serve, adicionou ferramentas que permitem categorizar os gastos, planejar orçamentos e reservar dinheiro para imprevistos. Após 18 meses do relançamento, o Serve começou a operar como uma conta bancária normal que conversa com a necessidade dos millennials, como depósitos e a opção de sacar dinheiro de caixas eletrônicos, sem exigir verificação de crédito nem balanço mínimo.

Clientes do Serve, com os dos cartões co-branded pré-pagos da Bluebird, AmEx e Walmart, acumularam mais de USS 7 bilhões em fundos desde 2012, crescimento de 300%, de acordo com a AmEx.

A Visa, que tem uma gama de pré-pagos co-branded, além do seu próprio, está trabalhando para tornar o pagamento de contas online mais fácil e ajudar os consumidores a poupar dinheiro. Em 2012, a empresa apresentou uma conta pré-paga virtual chamada Visa Mobile Prepaid, onde os consumidores podem checar suas contas, transferir dinheiro e depositar cheques remotamente, dentre outros serviços.

Os cartões pré-pagos, também usados por pais que querem ensinar os filhos a serem responsáveis com dinheiro, permitem que as empresas se conectem mais cedo com os adolescentes, caso eles adotem os cartões pré-pagos, como seus irmãos millennials fazem, ou mudem para outros cartões de crédito e débito. “Estamos vendo não só como oportunidade de permanecer com o pré-pago, como uma porta aberta para produtos bancários mais tradicionais,” disse Chang.