Saiba como economizar grana na viagem, evitando gastos desnecessários

economizar-viajando

Publicado originalmente em Catraca Livre – em 12/07/2014

Quando se está viajando é importante ficar atento para as armadilhas que aparecem por todos os lados e estão prontas para atrapalhar o seu planejamento financeiro. Viajar quase sempre é caro, então é importante estar preparado da melhor forma possível para curtir o momento sem custos desnecessários.

O site de reservas Hostelworld listou algumas dicas para não cair em furadas financeiras na hora da viagem e gastar mais que o necessário.

Dinheiro

Você poderá ter muitas oportunidades para conhecer o mundo, mas com certeza a última coisa que quer é voltar pra casa com uma dívida que levará anos para pagar. Então fique de olho nas cinco principais armadilhas para o seu dinheiro e como você pode evitá-las.

1 – Onde comprar as “lembrancinhas”

Souvenirs

Os vendedores de rua e ambulantes tiram proveito dos turistas. Portanto, peça sugestões de onde fazer suas compras para os moradores locais e negocie sempre que possível, já que é uma prática comum na maior parte dos países, exceto os ocidentais.

Além disso, quanto mais perto dos pontos turísticos estiverem as lojinhas de souvenires, mais caro eles serão.

2 – As tais taxas para sacar dinheiro

Você é daqueles prefere levar pouca grana em espécime e prefere sacar dinheiro durante a viagem? Pois saba que com qualquer retirada em um caixa eletrônico no exterior, você pagará uma taxa extra somada à do seu banco, mais uma taxa de conversão de moeda.

Pode parecer pouquinho, mas no final sempre pesa. Fique atento então, pois trocar dinheiro em um banco local ainda é a melhor opção para as viagens internacionais. É importante também, antes de sua viagem, descobrir se o seu banco tem caixas para saque (ATM) ou filiais na região que você estará visitando, assim fica mais em conta, já que haverá menos taxas.

3 – Cuidado ao fazer compras no aeroporto

Aeroporto

Não importa se sua escala é em Amsterdã ou Belo Horizonte, uma coisa é certa: tudo que você compra no aeroporto pode ser adquirido por valores infinitamente mais em conta em outros lugares. Portanto, a regra é resistir à tentação de comprar qualquer coisa no aeroporto, a menos que seja uma emergência.

4 – Transações no exterior

Se você pretende usar um cartão de crédito quando viajar para o exterior, certifique-se atentamente sobre as taxas de transações internacionais, que podem adicionar 3% a cada compra. Mesmo que você não esteja fisicamente no país, poderá ser acusada, na sua fatura, uma taxa em compras processadas por meio de um fornecedor estrangeiro.

Verifique, portanto, quais as taxas atuais dos seus cartões de crédito e, se necessário, solicite um cartão sem taxas de transação externa antes de sua viagem.

5 – Fazer refeições em restaurantes

Refeicoes

Comer fora quando você viaja é ótimo, mas não exagere. Dá muito bem para pular uma refeição normal e trocar por um lanchinho pela rua. Vale também escolher uma opção de hospedagem que tenha uma cozinha para uso comunitário. Por que não comprar umas comidinhas num supermercado local e fazer sua própria refeição no hostel, evitando grandes gastos e, assim, fazendo sobrar mais para curtir a cidade?

Embora algumas dessas despesas possam parecer insignificantes isoladas, elas podem somar consideravelmente no fim de sua viagem. Na empolgação da viagem, é muito fácil se descuidar, relaxar, e não dar importância para os pequenos gastos. Mas acredite: vale a pena tomar estes pequenos cuidados. O bolso agradece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>