Month: junho 2015

5 Dicas financeiras para famílias de baixa renda

_POST_BLOG_29-06

 

Postado originalmente em familia.com.br – Por Azul

  • Muitas pessoas se perguntam como sobreviver com uma renda baixa, como pagar as contas fixas como água, luz, gás, alimentação, transporte, remédios, entre outros, ganhando pouco. Não existe uma fórmula milagrosa, existem conselhos que muitos economistas dão, que ajudam as pessoas a se organizarem e aprenderem a administrar melhor o seu orçamento.Veja cinco dicas que certamente o ajudarão:
  • 1. Ajuste a sua vida financeira dentro de um orçamento

    Faça um levantamento de todos os seus gastos, até mesmo aqueles que parecem insignificantes e de suas receitas (salários, bicos, etc.). Anote os valores numa planilha que você poderá baixar do site Brasil.gov. Nessa planilha há campos suficientes para introduzir detalhadamente sua movimentação financeira.

    Anote todos os gastos dos quais se lembrar. Veja bem, o simples costume de chupar um picolé que custa R$ 1,50, durante 5 dias na semana, representará em torno de R$ 33 reais mensais. Então, não ignore os detalhes.

    Depois de toda a anotação, você estará ciente do quanto realmente gasta por semana e por mês (a planilha dá as duas possibilidades). Você saberá se gasta mais ou menos do que ganha. Se chegar à conclusão de que está gastando mais do que ganha, comece fazendo cortes nos gastos. Vá cortando os supérfluos até que suas despesas sejam menores que a receita.

    Empregue os mais tenazes esforços para gastar somente aquilo que está estipulado na planilha. Tente fugir das tentações. Lembre-se de reservar uma quantia para emergências, como comprar um medicamento, pegar um táxi, etc.

  • 2. Pesquise muito bem antes de qualquer compra

    O dinheiro é escasso, mas o ânimo deve ser abundante. Anime-se para fazer pesquisa de preço antes de efetuar uma compra. Não faça sua compra de alimentos para o mês todo. Identifique os dias de promoções. No artigo Como Alimentar sua Família com um Orçamento Apertado há várias dicas importantes sobre como economizar na hora das compras.

  • 3. Fuja dos juros

    Os juros praticados no mercado brasileiro são surreais. Eles podem ser a causa da ruína financeira de uma família. Muitas pessoas compram eletrodomésticos, roupas e outros produtos em 15 ou 20 vezes e acabam pagando até 50% a mais do que pagariam se tivessem comprando à vista. Os cartões de crédito e cheques especiais podem ser grandes vilões quando a pessoa não consegue ter controle sobre seus gastos.

    Por isso, pague suas contas em dia. Pague o total da fatura dos cartões de crédito e evite usar o limite do cheque especial. Se você tem dificuldade de controlar-se, então quebre seus cartões de crédito. Cancele os talões de cheque e use somente o cartão de débito.

    Em vez de comprar algo a prazo, com juros, junte dinheiro e compre à vista. Vai ser um grande exercício de paciência e autocontrole. Vale a pena o esforço.

  • 4. Saiba distinguir o desejo da necessidade

    Se você tem a real intenção de viver dentro do seu orçamento, você precisa praticar a frugalidade. Muitas coisas compradas não são necessárias, são simples objetos de desejo. Reaproveite aquilo que não está sendo usado. Conserte o que estragou. Não queira ter uma TV de 42” se você tem outra menor que funciona perfeitamente. Se você se considera consumista, tente colocar um freio nesse impulso de comprar.

    Uma boa dica é sair de casa com o dinheiro necessário para fazer somente o que você está planejando. Por exemplo, antes de ir ao mercado, faça uma lista do que precisa comprar e coloque na carteira somente o dinheiro para pagar aqueles itens. Não tenha vergonha de andar com o dinheiro contado. Vergonhoso é dar calote.

    Vivemos numa época em que o consumismo impera e acaba sendo um determinante do valor de uma pessoa. Ou seja, quanto mais posses a pessoa tem, maior é o seu prestígio. Muitas pessoas, temendo serem rejeitadas ou consideradas inferiores pelo seu grupo, acabam comprando não porque precisam, mas para mostrar que também “podem”, que também “são alguém”.

    Essa é uma terrível forma de enxergar a vida e as pessoas, desvia a atenção dos verdadeiros valores do ser humano e focaliza no superficial. É claro que muitas pessoas têm essa noção e não se deixam envolver por essa armadilha. No entanto, muitas outras caem nessa cilada. E quem pagará a altíssima conta final não serão os amigos para quem elas queriam provar alguma coisa, serão elas mesmas.

  • 5. Guarde dinheiro

    Eis uma grande lição: não importa o quanto você ganha, mas como você usa o dinheiro que ganha. Qualquer pessoa pode fazer economia, independentemente de quanto ela ganha. Não importa o valor a ser economizado inicialmente. Iniciar uma economia é um passo muito importante. Quem poupa dinheiro sabe como é estimulante economizar. A pessoa sente-se encorajada a, cada vez mais, reduzir os seus gastos para aumentar o valor a ser poupado.

    Quem tem dinheiro guardado tem a segurança de que, se ocorrer algum imprevisto, não precisará pedir emprestado ou endividar-se.

    As dicas acima servem para todas as famílias, mesmo as com rendas maiores. Mas para as famílias de baixa renda, elas podem significar ter suas necessidades atendidas, mantendo seu nome limpo na praça e sua dignidade.

 

5 coisas que não podem faltar no Dia do Skate

_POST_BLOG_21-06_v2

Postado originalmente em redbull

Dicas para não deixar de se divertir no Dia Mundial do Skate, domingo, 21 de junho. Boa celebração!

No dia 21 de junho, domingo, será comemorado o Dia Mundial do Skate. É o momento em que o skate mostra sua força simultâneamente em diversas cidades do globo, realizando uma mobilização pacífica e democrática de um grande número de skatistas que fazem um roteiro passando por tradicionais picos de skate da cidade. Na ocasião muitos aproveitam para sugerir e reinvindicar mais espaços para a prática, além de melhoria e manutenção dos que já existem. Mas acima de tudo, é um dia para sair de skate para se divertir e celebrar o Skate.

Em São Paulo, o encontro começa pontualmente às 9h em frente ao MASP, na Avenida Paulista e de lá partem para a Avenida Consolação até chegar a Praça Roosevelt, local onde serão realizarão diversas atividades, como disputa de melhor manobra, distribuição de brindes, etc.


O MASP foi ponto de partida do encontro.© Marcos Hiroshi

E quem pretende participar desta grande festa, aqui vai a dica de “5 coisas que não podem faltar no Dia do Skate”:

1 – Skate!

Claro, o skate não pode faltar no dia dele, mas é bom dar uma verificada geral antes de sair de casa. Conferir se não tem nenhum rolamento travado, ou com pouca lubrificação e se está tudo bem ajustado, se as porcas estão bem presas, pois ninguém gostaría de perder uma rodinha durante a descida da Avenida Consolação.

2 – Câmera fotográfica/ Celular com câmera

Na era das redes sociais, ninguém quer deixar de registrar e postar pelo menos uma imagem deste acontecimento único. Se forem levar o celular certifiquem-se que tem espaço suficiente para os registros do dia e se a bateria está carregada. Se levar uma câmera digital, conferir baterias e os cartões de memória antes de sair. Caso seja um equipamento analógico conferir se o filme está devidamente pronto para o uso. O pau de selfie é outro equipamento bem eficiente para registrar os acontecimentos do Dia do Skate.


Diego Vilela lançou um belo hardflip na sessão © Marcos Hiroshi

3 – Dinheiro

Como as comemorações do Dia do Skate começam cedo e sem hora para terminar, muitos não terão tempo para tomar um café da manhã ou fazer uma refeição decente durante o dia, portanto separe algum dinheiro para poder se alimentar e se hidratar.

4 – Proteção

Para aqueles que ainda estão começando e para as crianças é recomendado usar equipamento de segurança, pelo menos um capacete, pois devido ao grande número de skatistas no encontro pequenos acidentes são normais, como trombadas e travadas no skate. Uma simples prevenção que garante a diversão do dia. Além do equipamento de segurança é bom se proteger do sol, seja com um boné, chapéu, além do conhecido protetor solar (se possível passar antes de sair de casa).

5 – Mãos livres

No máximo levar uma pequena mochila nas costas, mas tente levar o mínimo de coisas para que possa se divertir em cima do skate e consiga comemorar e celebrar o Dia Mundial do Skate! Bom divertimento.


Sessão na Praça Roosevelt. Frontside Feeble© Marcos Hiroshi

 

Dia internacional do Aperto de Mão

_POST_BLOG_21-06

Postado originalmente em brasilescola – Por Jessyca Moreira Borba

aperto de mão é um dos cumprimentos mais antigos da história da humanidade. O primeiro registro de seu surgimento foi encontrado nos hieróglifos egípcios. Os povos do Egito Antigo acreditavam que o faraó adquiria seu poder quando as divindades estendiam as mãos para ele.

Em uma época em que praticamente todos os homens carregavam alguma arma, o aperto de mão representava um sinal de paz.  Eles estendiam as mãos para mostrar que não estavam armados, por isso esse cumprimento nasceu como um hábito tipicamente masculino.

Atualmente, o aperto de mão é considerado um gesto de cumprimento ou saudação usado como expressão de sentimento de amizade, afinidade e confiança entre as pessoas. Ele pode ser usado, também, como consolidação de um acordo formal ou informal.

No dia 21 de junho, comemora-se o Dia Internacional do Aperto de Mão, relembrando as pessoas de como esse gesto é relevante para as relações sociais. O aperto de mão pode dizer muito sobre uma pessoa. Portanto, estenda a mão, cumprimente!

 

Relembre 33 filmes brasileiros marcantes

_POST_BLOG_19-06

 

Postado originalmente em msn.com – por Vitória Pratini ás 11h dia 19/06/2015

Dia do cinema Brasileiro: Relembre 32 Filmes marcantes

Ainda que tenha gente que torça o nariz para a filmografia brasileira, não podemos negar que o nosso país tem uma gama imensa de étimos filmes, de longas que marcaram época, que emocionaram, que fizeram rir, aqueles que foram grande bilheterias, que ultrapassaram a barreira nacional e fizeram sucesso até o exterior.

Tem drama, tem comédia, suspensa, tramas históricas.. há produção para todos os gostos! Entretenimento é o que não falta! Afinal, quem ADORA cinema, também adora cinema brasileiro.

 

Relembre agora 32 filmes brasileiros marcantes e conte para a gente, qual é seu preferido?

 

1. Central do Brasil (1998)

 

central do Brasil
Gênero: Drama
Duração: 112 min.
Ano de Lançamento (Brasil): 1998
Direção: Walter Salles

SINOPSE:

Dora (Fernanda Montenegro) escreve cartas para analfabetos na Central do Brasil. Nos relatos que ela ouve e transcreve, surge um Brasil desconhecido e fascinante, um verdadeiro panorama da população migrante, que tenta manter os laços com os parentes e o passado.

Uma das clientes de Dora é Ana, que vem escrever uma carta com seu filho, Josué (Vinícius de Oliveira), um garoto de nove anos, que sonha encontrar o pai que nunca conheceu. Na saída da estação, Ana é atropelada e Josué fica abandonado. Mesmo a contragosto, Dora acaba acolhendo o menino e envolvendo-se com ele. Termina por levar Josué para o interior do nordeste, à procura do pai.

À medida que vão entrando país adentro, estes dois personagens, tão diferentes, vão se aproximando… Começa então uma viagem fascinante ao coração do Brasil, à procura do pai desaparecido, e uma viagem profundamente emotiva ao coração de cada um dos

 

 

2. O alto da compadecida (2000)

o-auto-da-compadecida

Gênero: Comédia
Ano de Lançamento (Brasil): 2000
Direção: Guel Arraes

Sinopse: No vilarejo de Taperoá, sertão da Paraíba, João Grilo (Matheus Nachtergaele) e Chicó (Selton Mello), dois nordestinos sem eira nem beira, andam pelas ruas anunciando A Paixão de Cristo, “o filme mais arretado do mundo”. A sessão é um sucesso, eles conseguem alguns trocados, mas a luta pela sobrevivência continua. João Grilo e Chicó preparam inúmeros planos para conseguir um pouco de dinheiro. Novos desafios vão surgindo, provocando mais confusões armadas pela esperteza de João Grilo, sempre em parceria com Chicó, mas a chegada da bela Rosinha (Virgínia Cavendish), filha de Antonio Moraes (Paulo Goulart), desperta a paixão de Chicó, e ciúmes do cabo Setenta (Aramis Trindade). Os planos da dupla, que envolvem o casamento entre Chicó e Rosinha e a posse de uma porca de barro recheada de dinheiro, são interrompidos pela chegada do cangaceiro Severino (marco Nanini) e a morte de João Grilo. Todos os mortos reencontram-se no Juízo Final, onde serão julgados no Tribunal das Almas por um Jesus negro (Maurício Gonçalves) e pelo diabo (Luís Melo). O destino de cada um deles será decidido pela aparição de Nossa Senhora, a Compadecida (Fernanda Montenegro) e traz um final surpreendente, principalmente para João Grilo.

 

3. Tropa de Elite (2007)

 

filme tropa de elite 1

Gênero: Ação
Ano de Lançamento (Brasil): 2007
Direção: José Padilha

Sinopse: Rio de Janeiro, 1997.  Nascimento, capitão da Tropa de Elite do Rio de Janeiro, é designado para chefiar uma das equipes que tem como missão “apaziguar” o Morro do Turano por um motivo que ele considera insensato. Ele tem que cumprir as ordens enquanto procura por um substituto porque sua mulher, grávida, lhe pede para sair da linha de frente do Batalhão. Em meio a um tiroteio, Nascimento e sua equipe tem que resgatar dois aspirantes a oficiais da PM: Neto e Matias. Ansiosos para entrar em ação e impressionados com a eficiência de seus salvadores, os dois se candidatam ao curso de formação da Tropa de Elite.

 

4. Tropa de Elite 2 (2010)

TROPA-DE-ELITE-2

 

Gênero: Ação
Duração: 130m
Ano de Lançamento (Brasil): 2010
Direção:  José Padilha

Sinopse:O agora Subsecretário de Inteligência Nascimento já conseguiu desmontar o tráfico no Rio de Janeiro. Mas o desafio agora é outro, atuando na política, ele terá que combater inimigos mais perigosos do que ele imaginava: as milícias e os políticos corruptos com interesses eleitoreiros que se aproveitam do sistema.

 

5.Macunaíma (1969)

19872517

Gênero: Comédia
Duração: 108m
Ano de Lançamento (Brasil): 1969
Direção: Joaquim Pedro de Andrade

Preguiçoso, fanfarrão e com caráter duvidoso, Macunaíma (Grande Otelo) nasceu no campo e partiu para a cidade ao lado dos irmãos quando ficou adulto. Na selva de pedra, conheceu e enfrentou todo tipo de personagem, de policiais a criminosos. Teve tempo de viver aventuras e amores.

Baseado no livro de Mário de Andrade, o filme foi lançado em 1969 e volta em versão restaurada. Figuras do passado como Grande Otelo e Dina Sfat estão no elenco. O longa foi produzido na época do Cinema Novo e tem em seu diretor Joaquim Pedro de Andrade uma das figuras que se destacaram neste gênero.

6. Deus e Diabo na Terra do Sol (1963)

Imagem2 - Terceiro C - cleber, akira, nayara - Deus e o Diabo na Terra do Sol

Gênero: Drama, Faroeste
Duração: 150m
Ano de Lançamento (Brasil):1963
Direção: Glauber Rocha

Manuel (Geraldo Del Rey) é um vaqueiro que se revolta contra a exploração imposta pelo coronel Moraes (Mílton Roda) e acaba matando-o numa briga. Ele passa a ser perseguido por jagunços, o que faz com que fuja com sua esposa Rosa (Yoná Magalhães). O casal se junta aos seguidores do beato Sebastião (Lídio Silva), que promete o fim do sofrimento através do retorno a um catolicismo místico e ritual. Porém ao presenciar a morte de uma criança Rosa mata o beato. Simultaneamente Antônio das Mortes (Maurício do Valle), um matador de aluguel a serviço da Igreja Católica e dos latifundiários da região, extermina os seguidores do beato.

 

7. O pagador de promessas (1962)

19873833

Gênero: Drama
Duração: 150m
Ano de Lançamento (Brasil):1962
Direção: Anselmo Duarte

Zé do Burro (Leonardo Villar) e sua mulher Rosa (Glória Menezes) vivem em uma pequena propriedade a 42 quilômetros de Salvador. Um dia, o burro de estimação de Zé é atingido por um raio e ele acaba indo a um terreiro de candomblé, onde faz uma promessa a Santa Bárbara para salvar o animal. Com o restabelecimento do bicho, Zé põe-se a cumprir a promessa e doa metade de seu sítio, para depois começar uma caminhada rumo a Salvador, carregando nas costas uma imensa cruz de madeira. Mas a via crucis de Zé ainda se torna mais angustiante ao ver sua mulher se engraçar com o cafetão Bonitão (Geraldo Del Rey) e ao encontrar a resistência ferrenha do padre Olavo (Dionísio Azevedo) a negar-lhe a entrada em sua igreja, pela razão de Zé haver feito sua promessa em um terreiro de macumba.

 

8. Lisbela e o Prisioneiro (2003)

li

Gênero: Comédia/Romance
Duração: 1h50m
Ano de Lançamento (Brasil):2003
Direção: Guel Arraes

Lisbela (Débora Falabella) é uma moça que adora ir ao cinema e vive sonhando com os galãs de Hollywood dos filmes que assiste. Leléu (Selton Mello) é um malandro conquistador, que em meio a uma de suas muitas aventuras chega à cidade de Lisbela. Após se conhecerem eles logo se apaixonam, mas há um problema: Lisbela está noiva. Em meio às dúvidas e aos problemas familiares que a nova paixão desperta, há ainda a presença de um matador (Marco Nanini) que está atrás de Leléu, devido a ele ter se envolvido com sua esposa (Virginia Cavendish).

 

9.Cidade de Deus (2002)

428546

Gênero: Drama
Duração: 2h10m
Ano de Lançamento (Brasil):2002
Direção: Fernando MeirellesKatia Lund

Buscapé (Alexandre Rodrigues) é um jovem pobre, negro e muito sensível, que cresce em um universo de muita violência. Buscapé vive na Cidade de Deus, favela carioca conhecida por ser um dos locais mais violentos da cidade. Amedrontado com a possibilidade de se tornar um bandido, Buscapé acaba sendo salvo de seu destino por causa de seu talento como fotógrafo, o qual permite que siga carreira na profissão. É através de seu olhar atrás da câmera que Buscapé analisa o dia-a-dia da favela onde vive, onde a violência aparenta ser infinita.

 

10. Cidade dos Homens (2007)

2TvuA3mD1mamxq8r66dnFgAWUr1

Gênero: Drama, Ação
Duração: 1h50m
Ano de Lançamento (Brasil):2007
Direção: Paulo Morelli

Laranjinha (Darlan Cunha) e Acerola (Douglas Silva) são amigos, que cresceram juntos em uma favela do Rio de Janeiro e agora estão com 18 anos. Acerola tem um filho de 2 anos para cuidar, mas sente-se preso pelo casamento e lamenta a paternidade precoce. Já Laranjinha está decidido a encontrar seu próprio pai, que não conhece. Paralelamente o morro em que vivem é sacudido pelo mundo do tráfico, já que Madrugadão (Jonathan Haagensen), primo de Laranjinha, perdeu o posto de dono do local para Nefasto (Eduardo BR).

 

11. O que é isso, companheiro? (1997)

O_Que_Isso_Companheiro

Gênero: Drama, Ação
Duração: 1h50m
Ano de Lançamento (Brasil):1997
Direção: Bruno Barrento

O jornalista Fernando (Pedro Cardoso) e seu amigo César (Selton Mello) abraçam a luta armada contra a ditadura militar no final da década de 60. Os dois alistam num grupo guerrilheiro de esquerda. Em uma das ações do grupo militante, César é ferido e capturado pelos militares. Fernando então planeja o sequestro do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Charles Burke Elbrick (Alan Arkin), para negociar a liberdade de César e de outros companheiros presos.

 

12. Linha de Passe (2008)

linhadepasse

Gênero: Drama
Duração: 1h48m
Ano de Lançamento (Brasil):2008
Direção: Walter SallesDaniela Thomas

São Paulo. Reginaldo (Kaique de Jesus Santos) é um jovem que procura seu pai obsessivamente. Dario (Vinícius de Oliveira) sonha em se tornar jogador de futebol mas, aos 18 anos, vê a idéia cada vez mais distante. Dinho (José Geraldo Rodrigues) dedica-se à religião. Dênis (João Baldasserini) enfrenta dificuldades em se manter, sendo também pai involuntário de um menino. Os quatro são irmãos, tendo sido criados por Cleuza (Sandra Corveloni), sua mãe, que trabalha como empregada doméstica e está mais uma vez grávida, de pai desconhecido. Eles precisam lidar com as transformações religiosas pelas quais o Brasil passa, assim como a inserção no meio do futebol e a ausência de uma figura paterna.

 

13. Se eu fosse você (2006)

seeufossevce1

Gênero: Drama
Duração: 1h34m
Ano de Lançamento (Brasil):2006
Direção: Daniel Filho

Cláudio (Tony Ramos) é um publicitário bem sucedido, dono de sua própria agência, que é casado com Helena (Glória Pires), uma professora de música que cuida de um coral infantil. Acostumados com a rotina do dia-a-dia e do casamento de tantos anos, eles volta e meia têm uma discussão. Um dia eles têm uma briga maior do que o normal, que faz com que algo inexplicável aconteça: eles trocam de corpos. Apavorados, Cláudio e Helena tentam aparentar normalidade até que consigam revertar a situação. Porém para tanto eles terão que assumir por completo a vida do outro.

 

14. A dama do lotação (1978)

img1676746O

 

Gênero: Drama
Duração: 1h30m
Ano de Lançamento (Brasil):1978
Direção: Neville D’Almeida

Carlos (Nuno Leal Maia) e Solange (Sônia Braga) se amam desde jovens e, após um casto namoro, se casaram. Na noite de núpcias, Solange se recusa a fazer amor com ele. O marido implora e sem sucesso, em um acesso de raiva, estupra a esposa. Solange afirma que o adora, mas nos meses que se seguiram ao casamento ela não pode ser tocada por Carlos. Para provar a si mesma que não é frígida, começa uma rotina diária de seduzir homens que ela nunca viu nem verá novamente e nem mesmo sabe seus nomes. Além disto, ela tem relações com o melhor amigo de Carlos e até mesmo com seu sogro (Jorge Dória). Carlos entende que ela é infiel e, armado, confronta Solange. Enquanto isso, ela busca ajuda psiquiátrica, pois não sente nenhum remorso.

15. O quartinho (1995)

dvd-o-quatrilho-indicado-para-o-oscar-1996-14797-MLB3795083984_022013-F

 

Gênero: Comédia Dramática
Duração: 1h50m
Ano de Lançamento (Brasil):19995
Direção: Fabio Barreto

Rio Grande do Sul, 1910. Em uma comunidade rural composta por imigrantes italianos, dois casais muito amigos se unem para poder sobreviver e decidem morar na mesma casa. Mas o tempo faz com que a esposa (Patricia Pillar) de um (Alexandre Paternost) se interesse pelo marido (Bruno Campos) da outra (Glória Pires), sendo correspondida. Após algum tempo, os dois amantes decidem fugir e recomeçar outra vida, deixando para trás seus parceiros, que viverão uma experiência dramática e constrangedora, mas nem por isto desprovida de romance.

 

16. Lua de Cristal (1990)

lua

Gênero: Comédia Dramática
Duração: 1h30m
Ano de Lançamento (Brasil):1990
Direção: Tizuka Yamasaki

Maria da Graça (Xuxa Meneghel) chega à cidade grande para morar com sua tia Zuleika (Marilu Bueno) e seus primos Mauricinho (Avelar Love) e Cidinha (Júlia Lemmertz). O trio vive atormentando sua vida, fazendo-a trabalhar incansavelmente na casa em que moram. Em meio aos problemas que têm em casa, Maria da Graça conhece Duda, sua vizinha, e Bob (Sérgio Mallandro), um jovem desajeitado, e se tornam seus amigos. Bob consegue um emprego para Maria da Graça, que pode então realizar seu grande sonho: ter aulas de canto.

 

17. Orfeu do carnaval (1959)

orfeu

Gênero: Comédia, drama / Musical
Duração: 1h45m
Ano de Lançamento (Brasil):1959
Direção: Marcel Camus

Sinopse:No Carnaval, Orfeu (Breno Mello), condutor de bonde e sambista do morro, se apaixona por Eurídice (Marpessa Dawn), uma jovem do interior que vem para o Rio de Janeiro fugindo de um estranho fantasiado de Morte (Ademar da Silva). O belo amor de Orfeu por Eurídice, no entanto, desperta a ira da ex-noiva do galã, Mira (Lourdes de Oliveira) e a Morte acompanha tudo de perto.

 

18. Memórias do cárcere (1984)

memorias

Gênero: Drama
Duração: 3h50m
Ano de Lançamento (Brasil):1984
Direção: Nelson Pereira dos Santos

Na década de 1930, o escritor Graciliano Ramos (Carlos Vereza) é preso acusado de ligações com o Partido Comunista. Capturado em Alagoas, onde era servidor público e levava uma pacata vida, ele dá entrada no presídio de Ilha Grande, no Rio de Janeiro, em 3 de março de 1936, sem sequer passar por um julgamento. Em meio a atritos de ordem política e pessoal, crueldade, insalubridade, fome e os mais diversos tipos de criminosos – de ladrões de galinha a guerrilheiros -, ele escreve.

 

19. Os saltimbancos trapalhões (1981)

os salti

Gênero: Comédia
Duração: 1h35m
Ano de Lançamento (Brasil):1981
Direção: J.B Tanko

Funcionários humildes, os amigos Didi (Renato Aragão), Dedé (Dedé Santana), Mussum (Mussum) e Zacarias (Zacarias) se tornam a grande atração do circo Bartolo, graças à sua incrível capacidade de fazer o público rir. Mas o sucesso lhes têm um preço: a oposição do mágico Assis Satã e a ganância do Barão, o dono do circo. Juntos, os quatro amigos precisarão combatê-los.

 

20.Limite (1929)

3

 

Gênero: Comédia Dramática
Duração: 1h10m
Ano de Lançamento (Brasil):1929
Direção: Mario Peixoto

Um barco está perdido no oceano com três náufragos – um homem e duas mulheres. Sem ter o que fazer, cada um deles passa a contar para os demais a história de sua vida.

 

21. Até que a sorte nos separe (2012)

Ate-que-a-sorte-nos-separe-cartaz

 

Gênero: Comédia
Duração: 1h30m
Ano de Lançamento (Brasil):2012
Direção:Roberto Santucci

Não recomendado para menores de 12 anos

Tino (Leandro Hassum) é um pai de família comum que vê sua vida virar de ponta a cabeça após ganhar na loteria. Levando uma vida de ostentação ao lado da mulher, Jane (Danielle Winits), ele gasta todo o dinheiro em 15 anos. Ao se ver quebrado, Tino aceita a ajuda do vizinho Amauri (Kiko Mascarenhas), um consultor de finanças super burocrático e que por sinal vive seu próprio drama ao enfrentar uma crise no casamento com Laura (Rita Elmôr). Tentando evitar que Jane descubra a nova situação financeira, afinal ela está grávida do terceiro filho não pode passar por fortes emoções, Tino se envolve em várias confusões para fingir que tudo continua bem. Para isso, conta com ajuda do melhor amigo, Adelson (Aílton Graça), e dos filhos.

 

22.Sai da frente (1952)

Mazzaropi - 1952 - Sai da Frente

Gênero: Comédia
Duração: 1h20m
Ano de Lançamento (Brasil):2012
Direção:Roberto Santucci

 

 

Cresce 15% a adesão a cartões pré-pagos

news-paper2

Postado originalmente em Diário do Grande ABC por Marina Teodoro em 14 de junho de 2015

A utilização de cartões pré-pagos vem crescendo no Grande ABC. Mesmo com a recessão econômica, a região aumentou as adesões no fim do ano passado em cerca de 15%, comparado a 2013, de acordo com dados da Acesso, empresa especializada nessa área.

A ideia não é novidade. Quem costuma viajar para o Exterior já deve ter tido uma experiência semelhante. O cartão é carregado via internet, e pode ser utilizado em qualquer lugar, como um cartão de débito.

Porém, de acordo com a Acesso, o uso comum é o grande diferencial. “É um produto de inclusão financeira sem qualquer vínculo com agência bancária”, explica diretor de operações da empresa, Bernardo Faria. “Nosso público é geralmente aquele que tem restrição no CPF ou por algum outro motivo não tem conta em banco, mas quer ter um serviço financeiro.”

Esse é o caso do motofretista Alexandre da Silva, 30 anos, de Santo André, que optou por não ter nenhuma conta em banco, e utilizar o cartão pré-pago. “É muita burocracia. Quando entrei na minha empresa, eles me ofereceram e eu aceitei. Hoje uso para tudo e indico para todos os meus amigos.”

Para Alexandre, comprar a prazo é a única dificuldade. “Quando preciso, recorro ao cartão da minha mãe”, conta ele. Mas o lado positivo é que assim, as dividas não acontecem. “Só gasto o que eu tenho, e inclusive percebi que pude economizar cerca de 30% por não fazer mais parcelas e ainda me livrei dos juros.”

O diretor da Acesso afirma que, com exceção da função do cartão de crédito, o serviço possibilita guardar dinheiro, transferir, comprar pela internet e até fazer uso internacional. Outro modo de utilização é como mesada, ou então incentivo para empregadores que querem bonificar seus funcionários.

A empresária e dona de lojas de roupas, Angela Araújo Martins, 41, de Mauá, usa o cartão para recompensar os funcionários que batem meta de venda. “Estipulo uma meta para o semestre. O que vender mais ganha R$ 500”, afirma ela, que prefere o cartão pré-pago do que depositar diretamente na conta. “As vezes esse dinheiro acaba sendo usado para coisas corriqueiras, como pagamento de uma conta, e não é essa a intenção. O cartão dá ideia de presente mesmo.”

Os cartões costumam ter taxas para o uso, como saque, recarga, adesão e uma tarifa mensal, mas que em geral, são menores que um banco, destaca Faria. No caso da Acesso, para a pessoa carregar o cartão, há custo de R$ 2,50 (exceto se o dinheiro for transferido via DOC ou TED, caso em que essa taxa não é cobrada). Além disso, cobra-se mensalidade de R$ 5 e, se for efetuado saque no caixa eletrônico, cobra-se R$ 5,90 por operação (se for nas máquinas do Banco 24h, há tarifa adicional cobrada por essa rede).

Para a economista e professora da universidade Mackenzie Leila Pellegrino o cartão deve ser usado eletronicamente. “As taxas de saque costumam ser desvantagem, pois são mais altas”, alerta. Mesmo assim, ela percebe que em geral o uso do cartão é positivo. “Além de não ficar endividado, é uma maneira de reeducação financeira. Tende a ter uma aceitação ampliada nos próximos anos”, diz ela.

Dicas para cortar gastos desnecessários

_POST_BLOG_16-06

Postado Originalmente em educacaofinanceira

TV a cabo ou satélite

Verifique se você está usando e aproveitando bem o valor que paga pela TV a cabo. Pode ser que no início quando você fez o contrato, você utilizou e desfrutou bastante. Mas a nossa vida sofre mudanças e pode ser que hoje você e sua família já não estejam usufruindo tanto quanto no início do contrato. Precisamos fazer uma análise para ver se está valendo a pena, se não é um gasto supérfluo ou escolher outras formas mais baratas de assistir programas ou filmes.

Dando alguns exemplos, podemos assistir programas pela internet, pelo You Tube ou ainda programar o seu vídeo-cassete para gravar programas que queremos assistir mas não podemos, ou porque estamos trabalhando ou estamos fora de casa. Dá um pouco de trabalho mas não tenha dúvida de que economizamos dinheiro

Assinatura de revistas ou jornais

A mesma coisa pode acontecer com os jornais e revistas. Será que estamos tendo tempo para ler direito o conteúdo do que estamos assinando? Vamos avaliar e cortar o que não precisamos. Hoje também podemos ter acesso às notícias e informações através da internet sem custo adicional.

Procure pagar as suas contas antes do prazo de vencimento

Quando vence o prazo de pagamento será cobrado juros de atraso, ou ainda, quando ele é descontado da sua conta bancária e na conta não tem saldo, estará sendo cobrado os juros sobre o saldo devedor, que poderá ser maior do que os juros por atraso. Então não vamos descuidar de nenhum dos dois.

Controle o dinheiro gasto nas refeições fora de casa

Muitas pessoas têm o hábito de comer fora, às vezes pela praticidade, às vezes porque prefere comer com os amigos do que dizer que trouxe de casa. Imagine quanto nós não poderíamos economizar levando o almoço de casa? Um dia ou dois não faz diferença, mas se você colocar no papel (planilha) o quanto que você gasta por ano, este valor é de impressionar. Existem pessoas que também além do almoço, fazem lanches, compram doces, sorvetes, sucos e ainda por cima também acabam indo num restaurante à noite. É um valor que durante um ano nem imaginamos. Experimente fazer a conta lançando na planilha e depois você vai perceber quanto estamos gastando comendo fora. Isto sem falar no caso de casais em que os dois fazem a mesma coisa. A despesa é duas vezes maior.

Não compre produtos apenas pela marca

As marcas mais famosas custam mais caro mas hoje já existem produtos similares, tão bons quanto os mais conhecidos. Com a concorrência acirrada estão surgindo produtos bons e mais baratos, então procure experimentar produtos menos conhecidos. Em breve você vai estar consumindo produtos bons e mais baratos. Isto vai diminuir os gastos que você tem hoje no supermercado.

Procurar utilizar o que já tem na sua casa antes de comprar novamente

Procure cortar gastos mensais . Isto tanto em relação a objetos como também em relação a alimentos. Quando a nossa casa e nossa geladeira e despensa estão em ordem, sabemos o que realmente ainda temos e evita de comprar coisas repetidas. O que acontece muito com a gente é que quando precisamos de algo, temos preguiça de procurar e logo já saímos para comprar, quando na verdade ele está lá em algum canto da casa.

GA mesma coisa acontece com os alimentos. Sem fazer um planejamento, vamos ao mercado para comprar um item apenas, voltamos com o carrinho cheio, não fazemos um planejamento do que vamos cozinhar e aquele alimento que estava na geladeira, acaba estragando porque só comemos o que é mais gostoso. Aquele que estava na fila de espera, que seria a próxima refeição acaba estragando e por final, dentro da lixeira. É o desperdício de comida que acontece não só no Brasil como em vários países do mundo. Só não acontece em países que tem menos condições econômicas onde inclusive pessoas passam fome e também morrem de fome.

Cartão Pré-Pago é opção para quem quer colocar limite nas compras

Veja o cartão Acesso  nessa notícia da Globo News sobre o cartão pré-pago!!

http://g1.globo.com/globo-news/jornal-das-dez/videos/t/todos-os-videos/v/cartao-pre-pago-e-opcao-para-quem-quer-colocar-limite-nas-compras/4222898/

Frames de vídeo

acessocard-cartao-pre-pago-recaregavel-globo-news-acesso-02