5 dicas para quitar sua dívida - Cartão pré-pago Internacional Mastercard - Acesso
AVISO IMPORTANTE: não oferecemos empréstimos ou quitação de dívidas. Na dúvida sobre os nossos serviços, consulte sempre a Central de Atendimento.

5 dicas para quitar sua dívida

_POST_BLOG_04-08_15

Postado Originalmente blog.guiabolso

Confira algumas dicas que vão ajudá-lo a quitar sua dívida e equilibrar sua vida financeira:

Liste e renegocie suas dívidas

O primeiro passo para quitar a dívida é levantar o valor e o credor. A partir daí, é hora de partir para a renegociação da dívida. Antes de mesmo de sentar-se à mesa para negociar valores com a empresa credora é importante ter em mãos não só o valor total da dívida, mas, também, os juros cobrados. Outro ponto importante é não aceitar uma proposta de negociação que, no futuro, você não poderá cumprir.

Caso tenha dinheiro guardado, veja a possibilidade de quitar a dívida à vista, com desconto. Se não for possível, analise se as parcelas, antes de tudo, cabem no seu bolso. Caso contrário, as chances de você se endividar novamente são grandes.

 

Comece pelas dívidas mais caras

Cartão de crédito, cheque especial e empréstimos em financeiras são algumas das dívidas mais caras do mercado. Caso você tenha alguma delas, comece por aí na hora da renegociação. Depois de renegociar estas, parta para as dívidas menores.

 

Reorganize suas contas

Conseguir uma renegociação é essencial para quitar a dívida, no entanto, apenas isto não basta. Além de resolver o problema, é importante se prevenir para que ele não aconteça mais. Para isso, é preciso saber a situação real das suas finanças: você gasta mais do que ganha? Em que áreas da sua vida você tem mais despesas? Onde é possível economizar?

Comece anotando todas as suas despesas e preencha, diariamente, uma planilha de gastos ou, caso prefira uma forma mais simples e rápida, use uma ferramenta de controle financeiro automática, como o GuiaBolso, que em menos de dois minutos organiza suas receitas e despesas.

Planeje suas despesas

Despesas e receitas organizadas, é hora de ir além e começar a planejar seus gastos para quitar a dívida de vez. Veja o quanto você pode gastar em cada categoria da sua vida, como Moradia, Alimentação e Lazer, e separe um valor no seu orçamento mensal que deve ser destinado apenas para a quitação das dívidas como, por exemplo, 10% da sua renda. É importante ser controlado e não usar este valor para nenhuma outra área da vida.

 

Crie um fundo de emergência

Além de planejar parte da renda mensal para quitar a dívida, é importante investir também na criação de uma reserva financeira para você lançar mão em caso de emergências. O ideal é poupar, pelo menos, 15% da renda por mês.

Quem está endividado, no entanto, muitas vezes não consegue alcançar este valor. Então guarde pelo menos uma parte da sua renda com o objetivo de criar um fundo de emergência. Caso contrário, ao passar por um imprevisto, você pode não